Pensamentos

[…] ” E eu te disse que além do que não tínhamos, não nos restava nada.”

” Acho bonito e difícil ser um tecelão de inventos cotidianos”

” Assusto-me essas certezas súbitas, tão súbitas que eu nada podia fazer senão aceitá-las, como todas as outras.”

” Eu viajava no meio de pinheiros brancos quando percebi que a única coisa que havia desejado o dia inteiro era chorar sem salvação, num canto qualquer, sem motivo, sem dor, até mesmo sem vontade, de mágoa, de saudade, de vontade de voltar.”

“Os dias passavam, passavam  e passavam, alcançavam as semanas, dobravam as quinzenas, atingiam os meses, acumulavam-se em anos, amontoavam-se em décadas – e nada acontecia. Eu tinha a impressão de viver dentro de uma enorme e vazia bola de gás em constante rotação.”

Caio Fernando de Abreu, extraído do livro : O ovo apunhalado

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s