ESSA DOR


Para minha amiga Andréia Zulato.

Quem diria que nossa história teria este final solitário, a imprecisão do momento sem a convocação cerimoniosa do fim! Fiquei a espera sutil das palavras, o “não-sei-o-quê”, de o doloroso balbuciar destinado ao fim de uma história. E fiquei me escutando no meu monólogo interior. Feche as cortinas, deixa que eu fique entontecida no  escuro , eu mesmo abraço a mim, já que não tenho o abraço de quem procuro. Fechem as portas, as janelas, deixem-me no silêncio, a realidade não me basta, quero perdoar o dia, as noites… Deixa-me só com as estrelas, vou prendê-las, vou guardá-las numa mudez carregada de fragilidade. Fico no escuro para não ver o receio do não suportar suas ausências tão presentes. Não me tirem a tristeza de não viver a alegria das manhãs dos amanhãs. Não estou  a sós com seus retratos, tenho os meus braços e neles enrolo minha agonia. Não importo, eu me abraço a mim; não importa se não há mais desabafo, concessões, releitura a dois. Eu me desabafo, eu me releio no só, na solidão dos momentos, das horas… Não quero e não preciso de tempo para pedir mais tempo, o que era já se foi, é passado, é o já vivido. O agora é a desistência, é a reflexão do tudo que eu pensava ter e de tudo que eu acreditava ser. O agora é a demolição do construído, é o abandono da propriedade. Desisti de sair de mim, desistir de voltar para você. Eu não estou  em mim, quando você foi eu fui junto. Em silêncio.

Alda Alves Barbosa

2 pensamentos sobre “ESSA DOR

  1. QUERIDA ALDA, OBRIGADA PELAS PALAVRAS,
    O MOMENTO É DE RECOMEÇO, DE CONSTRUÇÃO EM CIMA DOS ESCOMBROS. A MINHA FORÇA INTERIOR E MINHA FÉ NO SER HUMANO ME PERMITE AINDA ACREDITAR EM SONHOS E NA FELICIDADE. REALMENTE, O QUE PASSOU, PASSOU. SOFRIMENTOS, LAGRIMAS E DESILUSÃO: QUEM NÃO AS TEM NESTA TRAJETÓRIA TERRENA. O IMPORTANTE É CONTAR COM AMIGOS COMO VOCÊ, FILHOS COMO OS MEUS E EM NOSSO DEUS. GOSTARIA DE APROVEITAR ESSE MOMENTO PARA ANUNCIAR A CRIAÇÃO DA AMVG: ASSOCIAÇÃO DAS MULHERES VALENTES E GUERREIRAS. ME SINTO ASSIM. RETORMANDO SONHOS E PROJETOS. VOCÊS MULHERES, ACREDITEM NA FELICIDADE, POIS ELA ESTÁ MAIS PERTO DO QUE PENSAMOS. VIVE EM NÓS MESMAS, BASTA SABERMOS ACENDER NOSSA LUZ INTERIOR E LHE DAR OPORTUNIDADE DE VIVENCIÁ-LA.
    MAIS UMA VEZ OBRIGADA QUERIDA AMIGA ALDA. COMO JÁ DISSE NOSSA POETA DA MPB, ANA CAROLINA: “Eu quero uma lua plena, eu quero sentir a noite, eu quero olhar as luzes que teus olhos não me tem deixado ver. AGORA EU VOU VIVER!!!!!”

    • Sim Andréia, o momento é de recomeço, mas limpa o terreno, de coração limpo fica mais fácil re(começar). Somos diferentes e é justamente esta diferença tão grande entre as pessoas, é que não deixa morrer a nossa esperança de que amanhã será um dia feliz. Este outro dia poderá ser vivida com beleza, com pessoas silenciosas, falantes, agradáveis ou pode acontecer o oposto disso. Mas teremos outro dia… Outros dias…E esse presente de Deus para nós, o outro dia, nos proporciona oportunidades de conquistas. Estamos vivos, portanto a vida segue abrindo e fechando portas. Quem ainda não encontrou uma porta fechada? Quem ainda não encontrou uma porta aberta, ou várias? Todos nós. As incertezas criam esperança, nos faz lutar porque não sabemos do momento seguinte, o momento seguinte pode ser o encontro verdadeiro com a vida. Achei de extrema sensibilidade, poesia mesmo, ANA CAROLINA escrever e cantar “… Quero olhar as luzes que teus olhos não me tem deixado ver.” Lindo, metáfora bem feita. Mas deixo aqui um pensamento meu, ou uma forma de pensar minha: estamos vivos, podemos sonhar e concretizar nossos sonhos, ainda não vemos o mundo com os os olhos de estrela. Então vamos percorrer as estradas que se abrem para nós… andarmos. Beijos e seja feliz. Alda

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s