NÃO BRINQUE DE ME AMAR

Quando eu lhe disse que havia um homem, que não era você, apaixonado por mim,  o seu olhar desacompanhado disse tudo, o nada. Mas eu não necessitava deste “nada”, eu precisava de um pouco da segurança de seu ciúme, eu precisava de um olhar com ponto de interrogação, uma fisionomia fechada, eu precisava sentir amada ocupando um espaço em você. Nada disso aconteceu, minhas palavras se perderam na vastidão de sua indiferença! Meu corpo paralisou, mas meu pensamento continuou caminhando em direção ao tempo… Será que nestes  meus descaminhos tropecei em você mesmo? ou foi apenas um ato involuntário da minha imaginação? Não pode ser, você não é somente fruto de meus pensamentos, da minha vontade de ter alguém, de não ser solidão… Você existe. Eu sim, sou o brinquedo que você imagina, sou a existência brincante de sua vida, sou a brincadeira de roda na roda-viva da selva de pedra. Tudo foi brincadeira, tudo que falamos tudo que imaginamos que faríamos se tudo não passasse de uma brincadeira. Foi brincadeira tudo que você disse que sentia por mim. Foram brincadeiras nossas mãos entrelaçadas, nossos braços estendidos a implorar carinho, foi brincadeira nossos corpos latejantes dançando no mesmo ritmo das batidas dos nossos corações. Brincamos de nos doar, de nos aceitar. Brincamos de trair, de brigar, de perdoar. Brincamos de ponto final. Ponto tão ponto!… Final esticando no tempo passante. Tempo sem retorno, sem pausa, no silêncio das demoras, das lacunas que me alimentam porque são lacunas reservadas para a  morada da esperança. Tudo foi brincadeira: o plantio do tempo sentado diante do computador, o sono esquecido para não perdemos o tempo, mas ganharmos mais tempo para o abraço prolongado. Esqueci que a vida junto de você era para ser vivida na brincadeira inconseqüente dos adultos que recusam a crescer… Tudo foi brincadeira, você zombou da possibilidade de me amar, recolheu suas roupas, saiu deixando-me nua sem o aconchego dos seus braços cobrindo minha nudez. Foi brincadeira o meu corpo se despindo dos preconceitos para viver dentro de você. Você o meu confessor onde eu tecia meus sentimentos, enovelada em seus braços e me entregava, me abria como amante. Sim, foi tudo uma brincadeira sua, brincadeira mórbida,que será sempre atual, enquanto o amor for movimento de encontro apenas de um.

Alda Alves Barbosa

6 pensamentos sobre “NÃO BRINQUE DE ME AMAR

    • Lorena, bem-vinda ao “nosso” site! É ou não é ruim servir de brinquedo para o outro?Colhemos o fruto amargo da rejeição e acabamos acreditando que só servimos para isto, e o pior, quando continuamos na brincadeira mesmo sabendo o papel que desempenhamos na relação.
      Obrigada pela sua participação. Venha mais vezes participar.
      Obrigada pelas suas palavras de incentivo.
      Beijos

  1. Bom dia minha linda ! Parabéns por mais este texto maravilhoso, no fundo mexe com os nossos corações. Lindo de se ler, lindo para pensar! Acho que isso só pode ser fruto de um coração apaixonado….Acertei ?….Mil beijos e fique sempre com Deus.

  2. Bom dia meu lindo, obrigada por seu comentário. Você tem toda razão, este texto é fruto de uma paixão, de um coração apaixonado pela … literatura!
    Beijos meu lindo. Fique sempre com Deus e comigo também.
    Obrigada

  3. Lindo texto…como sempre escreve!!
    Parabens..
    Amar é um mandamento,é muito mais que paixao .Vai muito alem do sentimento…
    Amar é o que conduz a alma pela vida..
    Se voce nao ama,é o pior dos deficentes…

  4. Allvan, nada melhor do que caminhar em direção ao amor. Nada melhor do que ir ao encontro de braços abertos para ser abraçado. Nada melhor Allvan, que ter para onde voltar e ser recebido com amor pelo amor! Mas o amor também dói quando se é movimento apenas de um. Mas talvez mesmo assim valha a pena. Saber que dentro da gente faz morada um sentimento leve, transformador, que possuimos asas para emprestar alguém para voar, planta em nós a esperança de que um dia o nosso olhar encontrará outro olhar…
    Um grande abraço

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s