OS PORQUÊS DE TE AMAR

Não sei porque te amo. Cada dia questiono este porque cada vez mais não sei. Pode ser pela tua linda cor morena, pelo teu corpo que exala o perfume da terra. Pode ser pelo teu jeito angelical de ficar nas pontas dos pés para ganhar altura quando fundimos no abraço. Ou será que é pela voz que sussurra comigo ao telefone e me induz  a ter desejos inconfessáveis?  Será que é porque viras criança quando minhas unhas deslizam sobre tuas costas e te contorces num aspiral de arrepios? Eu não sei porque te amo. Será pela preguiça dengosa que se enrola em mim nas manhãs que acordamos juntos, na sede de sentir amparado, amado? Será que é porque me fazes voar com asas emprestadas e ir ao teu encontro na selva de pedras? Já parei para pensar, analisar, mas lamentavelmente ainda não consegui saber o porquê de tanto amor por ti. Será que me apaixonei por ti porque o fiz minha inspiração, minha criação poética, minha personagem que plantou morada em teu corpo? Ou porque  desafio –o não atendendo  teus telefonemas, não aceitando tuas flores e tu me perdoas com abraços e beijos? Será que te amo porque tu não perdes a calma mesmo diante da minha ruidosa indignação  porque me irrita o teu jeito sossegado que me deixa com sentimentos ambíguos?  Será que te amo porque que me incitas a amar-te cada vez mais? ou será por que me deixas comigo mesma porque conheces meu amor pela companhia da solidão? Por Deus, eu juro que não sei porque te amo. Fiz-me detetive, mas não descobri os motivos deste amor intenso. Posso dizer apenas que me faltam motivos, mas que sobram motivos. Tua cor morena, tuas mãos suaves, teu  sussurro sensual, o suspiro que sai da sua alma quando me diz “eu te adoro”… Pode ser tudo isto e muito mais. Pode também não ser nada disso, apenas amo-te porque amo… Amar-te.

                                                                               Alda Alves Barbosa

4 pensamentos sobre “OS PORQUÊS DE TE AMAR

  1. Verdade Eduardo, como é bom amar! A vida faz sentido quando somos abraçados e abraçamos. A vida faz sentido na união de corpos. A vida faz sentindo porque o amor nos faz melhores. Sentimento puro, por isso poucos têm esta capacidade, pensam que amam, mas na verdade precisam de muletas. Não acredito em união de almas, acredito no respeito às diferenças, e saber-se compreendido(a) pelo outro, aceito(a) pelo outro, emerge de dentro nós outro sentimento leve, bonito e que existe no contexto do amor: TERNURA. Que bom olhar para o outro e sentir que o seu olhar é demorado… Sim, “É muito bom amar”!
    Obrigada mais uma vez pela sua presença em nosso site.
    Um grande abraço

  2. Bom dia minha linda ! Pois é, o coração nunca nos diz quando escolhe alguém para amar. Simplesmente se apaixona e deixa e o sentimento fluir em busca do retorno dessa paixão. Mas amar é sempre bom. É sinal que ainda temos a capacidade de poder gostar de alguém de maneira sincera. Um grande beijo e parabéns mais uma vez pela sua capacidade de amar e poder passar para nós todo esse sentimento.

  3. Meu lindo,não, não escolhemos a quem devemos amar. As vezes nem há necessidade do olhares rápidos ou demorados, o que importa é o coração, o que importa é o jeito de ser, de receber o outro, de abraçar o outro sem necessitar dos braços, do corpo. Então flui, vai criando forma dentro da gente, não forma física, mas uma forma abstrata que vai dando forma aos sonhos. E a cada amanhecer, amanhece também a esperança do recadinho, do telefonema, da certeza que o outro vive em nós e nós nele, Isto também é um jeito de ser feliz. Feliz pela metade? Não, por inteiro, sem frações, feliz porque em algum lugar alguém pensa em nós.
    Não agradeça, é um sentimento que nasceu para ser grande e será.
    Um grande abraço

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s