ARTE COMO FORMA DE PENSAMENTO

O PAPEL DA IMAGINAÇÃO NA ARTE

É exatamente a imaginação que vai servir de mediadora entre o vivido e o pensado, entre a presença bruta do objeto e a representação, entre a acolhida dada pelo corpo (os órgãos dos sentidos) e a ordenação do espírito (pensamento analógico). A imaginação, ao tornar o mundo presente em imagens, nos faz pensar. Saltamos dessas imagens para outras semelhantes, fazendo uma síntese criativa. O mundo imaginário assim criado não é geral. É, antes, pré-real, isto é,antecede o real porque aponta suas possibilidades em vez de fixá-lo numa forma cristalizada. Assim, a imaginação alarga o campo do real percebido, preenchendo-o de outros sentidos. O sentimento acolhe o objeto, reunindo as potencialidades do eu numa imagem singular.

TARSILA DO AMARAL

PINTORA MODERNISTA BRASILEIRA

INFÂNCIA E APRENDIZADO

Tarsila do Amaral nasceu em 1 de setembro de 1886, no Município de Capivari, interior do Estado de São Paulo. Filha do fazendeiro José Estanislau do Amaral e de Lydia Dias de Aguiar do Amaral, passou a infância nas fazendas de seu pai. Estudou em São Paulo, no Colégio Sion e depois em Barcelona, na Espanha, onde fez seu primeiro quadro, ‘Sagrado Coração de Jesus’, 1904. Quando voltou, casou-se com André Teixeira Pinto, com quem teve a única filha, Dulce.

ABAPORU

OPERÁRIOS

Separaram-se alguns anos depois e então iniciou seus estudos em arte. Começou com escultura, com Zadig, passando a ter aulas de desenho e pintura no ateliê de Pedro Alexandrino em 1918, onde conheceu Anita Malfatti. Em 1920, foi estudar em Paris, na Académie Julien e com Émile Renard. Ficou lá até junho de 1922 e soube da Semana de Arte Moderna (que aconteceu em fevereiro) através das cartas da amiga Anita Malfatti. Quando voltou ao Brasil, Anita a introduziu no grupo modernista e Tarsila começou a namorar o escritor Oswald de Andrade. Formaram o grupo dos cinco: Tarsila, Anita, Oswald, o também escritor Mário de Andrade e Menotti Del Picchia. Agitaram culturalmente São Paulo com reuniões, festas, conferências. Tarsila disse que entrou em contato com a arte moderna em São Paulo, pois antes ela só havia feito estudos acadêmicos. Em dezembro de 22, ela voltou a Paris e Oswald foi encontrá-la.

A FAMÍLIA

CONTINUA NA PRÓXIMA PÁGINA…

6 pensamentos sobre “ARTE COMO FORMA DE PENSAMENTO

  1. cada vez mais admiro a versatilidade deste site. Agora temos a pintura de Tarsila do Amaral. Não aprende quem saber. aprendi poetrix, hoje acho que aprendi duplix, todos com muita profundidade poética. Parabéns Alda, precisamos, unaí precisa do seu blog.
    tiau

    • Olá Arlindo,
      Desculpe-me a demora em respondê-lo, é o muito acumulado, então transborda. Fico feliz em saber que você aproveita este site para aprender, não só ler. Isto tem uma importância fundamental na proposta deste site, levar a todos o conhecimento, a poesia, não só a poesia em verso e prosa, mas a poesia da vida, das pessoas, da natureza…
      Obrigada. Muito bom seu retorno
      Com carinho,

    • Verdade Silma. No primeiro olhar não nos interessamos, mas quando insistimos, acabamos encantando com tamanha beleza! A pintura tem o poder de nos remeter ao belo além do conhecimento que adquirimos através dela, a cultura da época. Como outros tipos de arte ela nos leva à história do momento que foi pensado.
      Abraços

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s