RETALHOS DA SOLIDÃO


Inúmeras vezes me vi tentando recolher os meus molambos e os meus retalhos para aplacar o frio da ausência do que deixei pelos caminhos. Caminheira, buscava pelos caminhos andados, réstias do meu ser jogadas na terra de ninguém. Terra de ninguém, mas minha; passei pelos acasos e me deixei ficar por ali… Pedaços de mim na colcha de retalhos da minha incompletude. Arrependia-me. Retornava em busca dos meus molambos que já não eram tão meus. Foram usados por outros, não pertenciam só a mim; tinham o cheiro de corpos que se enrolaram nele para esquentarem suas almas frias, solitárias… O mundo está sentindo ausência de calor, presença gelada da dor do só. Todos buscavam seus molambos, seus retalhos nas colchas tecidas no fio de lágrimas que umedeciam os corpos e as almas. Cada pranto vem permeado pelas faltas. Não tenho quem cubra meus frios de tristeza e aflições. Em minha colcha de retalhos faltam retalhos. As tiras coloridas eu as emprestei para tantos, que como eu, estavam nus na escuridão das noites, nas lembranças derramadas nos porões das mágoas, das tristezas do só, no vazio que nos engole enquanto a esperança alça vôo.
A minha alma sim, está chorando; capenga em meio às intempéries… Mas vamos devagarzinho, minha alma e meu corpo, juntando os fios de esperança depositados em meu cesto de pescadora, remendando pacientemente o pouco que sobrou da minha colcha sem cores, no aguardo das tiras exiladas nos monturos da minha alma, na minha nudez, adornada de cores que no momento é apenas uma idealização para se chegar à concretude e à plenitude sem remendos, sem costuras… inteira, despojada de egos.
Alda Alves Barbosa

4 pensamentos sobre “RETALHOS DA SOLIDÃO

  1. Bom dia minha linda ! Como é triste lembrar que um dia tivemos que catar nossos molambos da vida para não ficarmos na solidão. Espero que as tiras e os retalhos desses molambos um dia possam se transformar numa linda colcha onde possamos nos aquecer e esquentar o frio dessa solidão da falta de uma cia agradável. Um Grande Beijo

    • Meu lindo, não há ninguém neste mundo que ou tenta buscar, ou vive com o inferno de Dante dentro dele, a procura de seus molambos que durante os percursos , as estradas que nos levaram a determinadas situações ou lugares, nós nos deixamos lá, ou perdemos pedaços de nós . Não há retorno. Não temos como voltar no tempo e mudar comportamentos, atitudes. Desta forma vamos pegando as tirinhas que sobraram de nós, os molambos que permitimos que determinadas pessoas nos torne e vamos tentando consertar os erros que como disse ,não tem conserto. Podemos sim, costurar as tiras, os molambos que somos nós e formarmos dentro de nós uma nova mentalidade, uma nova pessoa. Então não teremos mais aquela ânsia de buscar nossos pedaços onde nós fomos, porque o que deixamos para trás só vão acrescentar nas pessoas que ficaram com um pouco do que nós somos. Reflita sobre isto. Faz bem.
      Te abraço com intenso carinho

  2. Penso que cada retalho dessa colcha é uma fase de nossas vidas…uns são mais coloridos, outros cinzas, negros, mas todos ajundam a tecer essa colcha linda e presente de Deus que é nossa vida!!!

  3. Olá Mel,
    Desculpe-me pela demora. Correndo demais. O seu comentário é bem pertinente. Sim ,cada retalho e a cor dele pode representar uma fase de nossa vida e a cor influencia nos acontecimentos. Como também podem ser nossos pedaços que vamos deixando pelos caminhos. São os nossos sentimentos com relação as perdas: o abandono, a mentira, a ausência dos nossos que já se foram, os muitos corpos que tiveram contato com o nosso, a amizade perdida, as tristezas, enfim, a nossa nudez diante da vida porque nos tiraram tudo, ou deixamos que nos desnudassem.
    Interpretações diferentes mas caindo no mesmo contexto.
    Obrigada minha linda. Seja muito feliz, você merece.
    Beijos
    Tia

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s