MORENA DO TORORÓ

Fui na fonte do tororó
Buscar água não achei
Olhei a fonte, ai que dó
Meus olhos tristes, chorei
***
A morena foi-se embora
Essa fonte já secou
O tororó de outrora
Só saudade sobrou
***
Nesta fonte da morena
Corre água dos olhos, riacho
A fonte secou, que pena
Restam as águas de março
***
Ficou tororó na canção
O poeta viu e cantou
Guardou o amor em seu coração
A morena que lá encontrou.

Glorinha

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s