… PARA QUE A CHUVA VENHA

Para fazer poesia não tem que ser necessariamente poeta. A poesia não questiona qual a sua profissão, o que você está fazendo, ela pousa devagar. Incontáveis as vezes que ouvi minha mãe, diante das brigas intermináveis entre nós irmãos, dizer num supetão: “vão dormir pra chover.” Nunca entendia como o fato de irmos dormir pudesse provocar a chuva tão esperada para que ela viesse tão inesperadamente. Esta era uma reprimenda, um insulto, e, apesar de não entender gostava de ser insultada assim. Chover neste pedaço de chão estava se tornando difícil. A ausência do verde das árvores, o cerrado nos horrorizando com sua nudez, e diante desta poesia materna onde fora trocado o desaforo por um poema, eu deitava sim, para que a chuva viesse e este chão exalasse o perfume de terra molhada. Pensando bem, há uma combinação mágica nisto tudo: é aconchegante dormir com a chuva fazendo barulho no telhado. Chuva e telhado, chuva e paz, chuva e enxurrada, chuva e janela, chuva e lençol limpo. Afinal quantas vezes fui deitar na espera que a água caísse e lavasse as poucas folhas do nosso sertão? Quantas vezes fiquei torcendo para que os trovões sufocassem o barulho irritante do despertador para que eu pudesse ficar no aconchego da chuva? Dormir para chover. Dormir para que a chuva venha logo. Eu quero dormir pra chover, pra ouvir o farfalhar das poucas folhas do cerrado; eu quero dormir pra chover, para ver as árvores sertanejas transformadas em eternas esculturas naturais. A minha redenção surge com a chuva, os relâmpagos clareando fugazmente as serranias. A chuva me transporta para minha casa, os meus baús, as minhas gavetas, para as lamparinas. Aos lugares por onde andei. A chuva, e meus olhos a nadar nas águas do pensamento.

Alda Alves Barbosa

3 pensamentos sobre “… PARA QUE A CHUVA VENHA

  1. Minha linda, eu nunca dormi para chover, mas se choveu quando dormi eu não vi, apenas percebi quando acordei. Mas qdo dormimos com o barulho da chuva, isso nos dá muita reflexão sobre muitas coisas. Chuva é vida em primeiro lugar, é alegria do campo, dos passáros, das plantações, dos animais e de nós mesmos. Chuva é uma benção de Deus. Parabéns por falar da chuva que molha seu cerrado e o deixa florido e tão lindo quanto você merece. Beijos

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s