Sátira do texto – “Ficar na sua” não é uma boa

E agora , José
O povo cansou,
A paciência esgotou
O sono chegou
A noite esquentou
O verão brotou
E agora José?
***********
E agora José?
Você que engana
E na madrugada inflama
Recolhe na cana
E pensa que ama
José, para onde?
***********
Se você não celebrasse
Se você não bebesse
Se você não enlouquecesse
Se você crescesse
Se você se enaltecesse
E sua vida tecesse
O que você seria José?
*************
Seria um homem
Sem codinome,
Seria a honra
Não a desonra,
Teria o respeito
Porque tudo tem jeito! …
*************
Se até você tem jeito,
Ora, me dá o direito
De dormir no sossego
“Pro dia amanhecer feliz!”

Alda Alves Barbosa

7 pensamentos sobre “Sátira do texto – “Ficar na sua” não é uma boa

  1. Minha dor não é a sua
    Minha dor não é a sua
    Não é a dor suprema
    Nem maior, nem menor
    Não cabe neste poema
    Não dá pena, não dá dó
    Às vezes deixa louco, vário
    Não tem horário pra doer
    Dói nos nervos coronários
    Na necessidade, no prazer
    Aflige a alma, o corpo
    É pior que a dor do parto
    Do aborto clandestino
    É dor de calo do sapato
    Dor de não ser mais menino
    Dor do quinto craniano
    Crônica e nevrálgica
    Insuportável ao humano
    De dores hemotrágicas
    Pior que as dores físicas
    Vai além do sangue frio
    Que escarra boca tísica
    Daquele poeta sombrio
    Não é sua a dor minha
    Essa dói em mim somente
    É dor de uma andorinha
    Sozinha e já descrente
    Dor que não se sabe cura
    Constante e dilacerante
    Findará com a sepultura
    Mas hoje dói bastante…
    Auro Sérgio

    • Olá Mauro,
      Que bom abrir o pc e encontrar um comentário seu sobre os meus escritos! Obrigada pela delicadeza das palavras e a gentileza de deixar sua opinião expressa aqui. É de comentários que estamos precisando, porque ele leva as pessoas a refletirem o seu modo de pensar com relação ao que foi postado.
      Obrigada meu anjo!
      BEIJOS

  2. Parabéns Alda por trazer tantas reflexões sobre a vida, pois a sociedade vive para o dinheiro e o poder e esquecem de buscar a qualidade de vida e nem percebe quem ou o que está em sua volta. Um grande abraço Paulo Melo paulomelounai.blogspot.com

    • Olá Paulo,
      Desculpas novamente pela demora. Penso e minhas ações refletem o meu pensar. Olho à minha volta e fico indignada com a passividade do brasileiro. Também pode ser que não estão sendo passivos, apenas estão de acordo com os desmandos. O povo derruba um do poder, ou qualquer um poderoso, basta que não esqueçamos, que não tenhamos memória curta para lembrarmos o que aconteceu com o Fernando Collor, mas a memória curta prevaleceu, elegeram-no novamente.Ultimamente quantos governos que duravam 30 anos foram derrubados com a união da população? Brasileiro é medroso, subserviente, o dinheiro torna o outro analfabeto doutor… É isso, e para que ocorra mudanças positivas precisamos de educação e cultura. Sem estes dois itens primordiais, não teremos espírito crítico para analisarmos o que estão fazendo de nós… Palhaços. Esta é a vida dos brasileiros, cercada de desrespeitos por todos os lados. Sem contar que nestes muitos brasis ainda temos como forma de governo a ditadura, melhor dizendo a linhadura! Parabéns por retornar com seu blog, precisamos de muito mais. Farei visitas e comentários.
      Com carinho,

    • Obrigada Mauro, vindo de você sinto uma grande alegria, porque que sei que é uma pessoa exigente. E por ser assim e me envolver com tão bonitas palavras, mais uma vez obrigada e esteja sempre aqui, é bom ter você neste espaço.
      Bjus

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s