Trair o outro é trair a si mesmo?

Não sei qual das traições é pior. Trair um sentimento ou um desejo? Trair o que já foi vivido ou o que está para ser vivido? Trair o seu (a) parceiro (a) ou trair a si mesmo (a)? Como avaliar o que será perfeito no tempo que ainda está por vir? Como avaliar se uma relação dará certo sem estar nela ou sair dela? Como escolher entre dois amores se só existe o amor, não a convivência? O cotidiano é vivido entre aclives e declives impossibilitando a interatividade com a alegria, dificultando o diferenciar do desespero de viver dos instantes alegres que a vida nos presenteia. Quando fazemos a opção não saberemos se foi a opção errada, pois lembranças não modifica o passado. Não conseguiremos desvendar se fizemos a escolha correta já que estaremos sempre insatisfeitos. Opinamos insistentemente sobre a paixão alheia até que aconteça conosco. Aí verdadeiramente perdemos o descompromisso. Buscamos a lealdade no amor. Talvez deixar que o tempo deixe espaço para o tempo das palavras, e a carne seja o menos da metade do todo. O amor não nos dá segurança: nele encontramos a instabilidade, o nervosismo… Ao amar ficamos fragmentados, transformamo-nos em pedaços. Somos a escuridão da note ensaiando para o amanhecer. Mas o amanhecer não acontece. A insegurança nos torna sempre noite. Mas estar sempre noite talvez seja a melhor opção. Ficar entre o amanhecer e o anoitecer, verificando seu estado de só no relógio do tempo que vai passando, melhor ser eternamente noites de escuridões, sem estrelas, sem lua, mas não ser solidão!

Alda Alves Barbosa

Um pensamento sobre “Trair o outro é trair a si mesmo?

  1. Mas triste do que sofrer por amor. É nunca ter conhecido a dor por não encontrar um grande amor. O homem é enganador de si mesmo quando pensa conhecer as respostas. A pior traição é aquela cometida pelo ser humano a si mesmo conhecendo a resposta. O homem se acha dono da razão mesmo quando o dono da razão é o tempo porque ele sempre tem as respostas. O amor não nos dá segurança mais ele nos completa dá sentido a vida e diminuindo nossas dores porque quando amamos as dores são divididas. Ser noite eterna, sem estrela, dia sem sol ; tudo é melhor que a solidão. Nossa este texto nos remete a mais profunda reflexão. Parabéns

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s