AVES DO CERRADO

Siriema

Nome científico – Cariama Cristata L
Nomes Populares – Seriema; sariema; siriema
Origem do Nome – Nome originário da língua tupi-guarani, cujo termo refere-se a “ema de crista.”
Classe – Aves
Gênero – Cariama SP
Espécie – Cariama cristata – Embora alguns pesquisadores afirmem a existência de duas espécies, o consenso estabelecido é de apenas uma.

COMO É A SIRIEMA

A siriema é uma ave pernalta primitiva, ou seja, se sobressai devido ao seu tamanho, ficando apenas atrás da ema. Possui de 82 a 92 centímetros de comprimento, distância que vai do bico à cauda e pesa de 25 a 30 kg. As asas são curtas, arredondadas e reforçadas, mas pouco adequadas para o voo. Seu corpo e pés são pequenos quando os relacionamos ao tamanho de sua pernas, possuindo coloração alaranjada e dedos com unhas grossas e fortemente curvadas.Sua cabeça é bem desenvolvida, apresenta olhos cuja íris cor de pérola é ressaltada pela região violácea e por um anel azulado, presente ao seu redor; e um poderoso bico forte e avermelhado, o qual captura suas inúmeras presas. A penugem tem coloração acinzentada que a camufla em meio a vegetação. As penas das asas e das caudas são de um pardo escuro, com orla branca, mas podemos encontrar de outras colorações. Em sua cabeça encontramos uma crista formada por penas longas.

O dimorfismo sexual das siriemas tem relação com a cor, pois os machos são mais acinzentados que as fêmeas, e estas mais amareladas. A fêmea produz de 2 a 4 ovos, que são incubados de 26 a 29 dias. Os filhotes nascem cheios de penugem de cor parda que com o tempo, que com o tempo passa por um maior escurecimento no dorso. As siriemas andam em casais ou em pequenos bandos de duas a 5 aves. É uma ave insetívora-carnívora, pois caça todo tipo de inseto, principalmente gafanhotos e lagartos, pequenos mamíferos e aves que venham ao alcance do seu poderoso bico, e não gosta de alimentar de animais mortos. A siriema tem fama de ser um devorador de cobras. Mas isto só acontece quando ocorre este encontro com o réptil. A seriema toma-se de uma inquietação e de um furor que a impele a combatê-la, então avança e por meio da garra a detém. No final acaba matando-a, dilacerando-a e comendo-a. As siriemas não são imunes ao veneno das cobras.

 

A siriema costuma voar só em situações de aperto. Seu voo é curto e baixo. Possui marcha rápida podendo chegar de 40 a 70 km/h.
Quando grita assume uma postura ereta, esticando o pescoço e a cabeça perpendicularmente dobrados sobre as costas.

ONDE VIVE
A espécie distribui-se geograficamente pela América do Sul,leste da Bolívia ao sul da Argentina, Paraguai, Uruguai e todo o Brasil Central (Minas Gerais e Goiás) e oriental (Piauí à Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul. Costuma ser encontrada nas áreas do cerrado, campina e pastos.

Seu canto é muito conhecido no cerrado e nas campinas, e podem ser ouvidos à distâncias superiores à 1 km. A vocalização é uma estrofe longa, estridente e aflautada, como uma risada contínua. Produz outras vocalizações, como por exemplo, aquelas feitas durante a cópula, ao descansar, e quando devora uma presa. A cabeça e o pescoço acompanham numa perfeita sincronia (para cima e para baixo) o canto. A siriema costuma gritar quando o tempo está prevendo chuva.

Consulta: http://www.webanimal.com.br
Portal São Francisco

8 pensamentos sobre “AVES DO CERRADO

  1. Que surpresa feliz, Alda, foi encontrar seu site! E a seriema que linda! Vou continuar lendo e curtindo cada linha mas tive que parar e ja deixar meu comentario.
    Seu site vai ficar na lista dos meus favoritos. Na verdade, Alda, o que eu procurava no Google era algo sobre uma caramboleira….
    Ate outra hora!

    • Olá Maryellen,
      Obrigada pelas palavras gentis e incentivadoras. Pessoas como você, que falam do meu trabalho como tamanho entusiasmo, só me faz querer crescer mais, doar mais. Agradeço também por meu site ter sido escolhido para estar entre seus favoritos!… Posto três vezes na semana: segunda, quarta e sexta-feira. Quanto a caramboleira tenho matérias sobre ela sim, inclusive poesia, poetrix, e um conto (que tirei para concorrer num concurso literário) Chama-se “Pé de Carambola.” Postarei novamente ou o colocarei no meu próximo livro. Quando tiver alguma ideia e quiser que eu faça uma poesia, um conto, um poetrix , sátira, tentarei escrever, isto quer dizer que aceito sugestões.
      Obrigada mais uma vez pelas lindas palavras e aguardo sugestões
      Um grande abraço.

  2. gostei da reportagem.tenho duas em minha casa soltas nos fundos do quintal , preciso saber se é casal ou não. as duas estão cantando.

  3. Linda matéria fofulinha ! Mas tem um grande perigo aí. Se os genros descobrem que elas comem cobras, coitada das sogras,,,,,rsrs….Beijos

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s