TECENDO A PAZ

Hoje, a paz chegou ao meu coração. Após tantos sentimentos nostálgicos; após vasculhar uma imensidão de instantes vividos; após várias tentativas tentando decifrar os sussurros do mundo; após gestos de abrir e fechar gavetas e, depois de abraçar o silêncio, percebi que nada me faltava.
O que eu tinha eram excessos. E esses excessos sufocavam-me e escureciam os caminhos do encontro.
Ontem, olhei devagar para mim. Organizei cada espaço preenchido. Fui desvencilhando das frustrações e dos falsos gozos… fui libertando dos (de)mais. Encontrei as palavras soltas, voantes… Fiz poesia. Estou poeticamente iluminada! Estou em paz!

Alda Alves Barbosa

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s