Relembrar

E o amanhecer me trouxe o arrebol e as horas acontecidas. Me trouxe as saudades das manhãs sem orfandade. O “bença pai”, “bença mãe”; o “Deus te abençoe” derramando amor! Música para os meus ouvidos ávidos de sinceridade; de palavras que ficam, e deixam gosto quando tudo tem sabor de ausência. O amanhecer me trouxe as horas enfeitadas de laços dourados, de janelas abrindo para receber raios do sol que perpetuam com claridade o já vivido. É onde eu morro para esquecer o abandono. Do alto me vejo existindo!

Alda Alves Barbosa

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s