ONDAS QUE PELO MUNDO CAMINHANDO

cesto

Ondas que pelo mundo caminhando
contino ides levadas pelo vento,
levai envolto em vós meu pensamento,
onde está a que onde está o está causando.

Dizei-lhe que vos vou acrescentando,
dizei-lhe que de vida no’há momento,
dizei-lhe que não morre meu tormento,
dizei-lhe que não vivo já esperando.

Dizei-lhe quão perdido me encontrastes,
dizei-lhe quão ganhado me sumistes,
dizei-lhe quão sem vida me matastes.

Dizei-lhe quão chagado me feristes,
dizei-lhe quão sem mim que me deixastes,
dizei-lhe quão com ela que me vistes!

Luíz Vaz de Camões

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s