De ti… De mim…

Imagem

Tu foste… Foste do meu coração. Estrada longa entre o querer reter e o ter que ir… Necessária se faz a distância… Necessário se faz o desamparo da tua ausência.

Contigo teci futuros, sonhei eternidades… Arrisquei ir além do agora. Esqueci que só o instante existia.

Contigo descobri que não sei viver sem abraços, sem o riso do “eu te amo.” Contigo descobri que não sei viver sem o seu corpo derramando no meu. Entreguei-me a ti, aos seus cuidados; não percebi que nunca estiveste comigo.

De mim muitos sins pronunciados; de ti secos nãos. De ti desejo apenas que vá e não me conte onde ancoraste.

De mim espero (re) lembrá-lo nas madrugadas quando meu corpo derramar palavras!

Alda Alves Barbosa

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s