Ternura

Ternura

Essa ternura
que envolve meu ser
me ensina a esperar
no silêncio, na leveza
do anoitecer.

E nessas altas horas
onde quase tudo dorme
imploro a noite que
não despeça de mim
essa alegria pura, essa
emoção que me
aquece no abraço dos
reflexos dourados.

E nessas horas
onde quase tudo dorme…
Horas ternas…
horas que crio vidas… Noite!

Alda Alves Barbosa

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s