Estradas

silhueta-de-uma-jovem-senhora-com-cabelo-luxuoso-28240681
Depois de longas caminhadas
pela terra do sol e de fonte
de águas salgadas escorrendo
pelos poros, cansaço estampado
no rosto desfigurado, um pulsar
de têmporas, fios de prata ornando a
cabeça, me perdi no tempo.

Vida longa,longos percursos
solidão (in) desejada?
Silêncio… Como saber?

Longas estradas gastas,
passadas incertas, ruas,
becos, avenidas, labirintos
por onde passei.
E a amarga certeza de
que nada existe senão a
esperança e a desperança
de caminhar… caminhar
Até o ponto… do ponto final!

Alda Alves Barbosa

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s