Raiz

 

 

 

 

 

Tenho a fúria de ser raiz
a perseguir os sentimentos
de uma seiva sedutora.

Tenho a fúria de ser raiz
Raiz de árvores retorcidas
esculturas divinas
jardins de flores tímidas
nascedouros de belos rios.

Tenho a fúria de ser raiz
de rolar meu corpo nessa
terra lisa…Abraçando a
poeira vermelha, o pouco
vento, os muitos sóis, as
poucas chuvas.

Tenho a fúria
Tenho o amor
amor de ser seiva
dessa raiz do sertão.

Alda Alves Barbosa

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s