O tempo e o vento

artworks-000037318694-2iw7dz-original

É bom voltar ao aconchego do pensamento onde o calor lava a saudade e  tira o vazio da casa cor-de-rosa numa rua de recordações. É bom regressar ao convívio da terra; sentir profundamente o perfume que aprisiona meus pés a esse chão enquanto meu olhar tremula diante da intensa claridade – fogaréu que chega dos céus.

É eterno beber outra vez a água do Rio Preto, as alfaces de maio abrindo suas folhas como se fossem braços prontos para o abraço.

E galopo no tempo como se voasse – Busco no rumo das serranias a roupagem do Bálsamo. O peso do vento curva as ramagens de minha alma.

Alda Alves Barbosa

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s