Dentro de mim

10488017_650553528365797_8200764132653189540_n
Dentro de mim reside
a alma do mundo.
Por isso sou feita para a
solidão. Solidão antiga igual
a sempre: sempre solidão,
sempre solitária – Um fio cristalino,
perene vida, escura imensidão.
Como cheguei aqui? Como sairei?
Poucos passos… Muitos passos…
Vento… Percepção invisível, mensageiro
das despedidas, selvageria das horas. Fim.

Alda Alves Barbosa

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s