Para você…

corações
Mãe,
você se foi como as águas grandes
das enchentes do nosso Rio Preto.
Seu corpo, a terra abraçou
sua alma esvaiu, voou com o vento.

Você se foi,
Mãe
Se distanciou…
Meu coração ficou faminto,
silente, abandonado com o
vazio de sua ausência e,
meu ser, órfão podado de
caminhos que me levavam até você.

Você se foi…
Embrenhou-se nas profundezas da terra
nas alturas do voo… Meus acenos foram
vãos, inúteis… E vi sua terra lhe envolvendo
em abraços… E vi o sol brilhando nos teus cabelos

Mãêêê..

Alda Alves Barbosa

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s