Epifanias

10403349_1147806318570177_2282624974153098723_n

Algumas coisas estranhas me acontecem – Não há mais dúvida. Acontecem como uma doença que vai mansamente se instalando. Sinto uma certo estranhamento, um certo incômodo, nada mais que isso. Uma vez instalado aquieta-se para depois voltar.

E agora retorna… Parece expandir. Nos “ontens” eu era totalmente desconhecida de mim mesma. Hoje, ainda o sou, não totalmente. Sei um pouco de mim. Conheço um pouco do que sou. Mesmo me conhecendo tão pouco, quero acreditar que saberei entender e trabalhar todos esses estranhamentos e inquietações que novamente vieram instalar-se em mim.

Olho ao meu redor. Mudanças aconteceram… São tão abstratas! Nada é o tudo; tudo é o nada; tudo é o todo e o nada é o vazio do todo – enfim, nada se fixa. Um instante é, no outro instante deixa de ser.

Pensando bem, tenho que reconhecer que sou um ser sujeito a transformações súbitas, onde pequenas metamorfoses se acumulam para derramar de forma intensa.

E depois o recomeço…

Alda Alves Barbosa

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s