Dia das Saudades

livroaberto-copy
Novamente o domingo…
Para quem tem saudades
Domingo é o dia das ausências
E eu que já tenho idade para o saudosismo
Fico na cama lendo
Escrevendo
Dormindo
Sentindo nostalgia…

O novo domingo já amanheceu…
Eu abraço o nada
Porque neste dia
O nada é tudo que eu tenho!
Quero de volta os domingos dos ontens
No teu colo
no teus braços
no teu corpo
na tua poesia!

Alda Alves Barbosa

Sua opinião é importante para nós. Participe com um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s